A influência da lua em sua pescaria

A influência da lua em sua pescaria

A influência da lua em sua pescaria

Muito se fala sobre a influência da lua e das marés na produtividade da prática da pesca. São realmente fortes influências, que tentaremos explicar com simplicidade e clareza para aqueles que não sabem como estes elementos interferem na pesca. São conhecimentos imprescindíveis para qualquer pescador esportivo.

A interferência da lua nas marés

A atração entre a Terra e a Lua influencia algumas pescarias, mas não todas. Na água doce continental, as fases lunares praticamente não se relacionam com o rendimento das fisgadas. Já no mar, o fenômeno das marés reflete a ação gravitacional da Lua sobre a superfície terrestre, de intensidade diferente a cada fase lunar. E essas alterações cíclicas do nível do mar também têm conseqüências sobre estuários, rios e canais costeiros.

As marés intercalam movimentos de subida (ou enchente) com movimentos de descida (ou vazante). As pausas são conhecidas como repontos, ou estofos. Os maiores picos de preamar (maré alta) e baixamar acontecem nas ‘grandes luas’, ou seja, nas fases cheia e nova. Quanto ‘maior’ a Lua, maior a amplitude e velocidade das águas. O pescador marítimo – ou de canais e rios sob influência de marés – deve levar em consideração a região em que fará a pescaria. Quanto mais próxima da linha do Equador, maior a variação. No Sudeste, são comuns amplitudes de até 2 metros entre as alturas máxima e mínima. Já nas regiões Nordeste e Norte, essa diferença pode ultrapassar 8 metros!

Os movimentos de maré favorecem a atividade da vida aquática nos ecossistemas marinhos e nos mangues, portanto favorecem também a pescaria. Marés muito fortes, porém, podem levantar bastante suspensão e turvar a água, criando uma situação desfavorável para a pesca. Em resumo, o intervalo de 3 dias antes ou 3 dias depois de uma ‘grande lua’ pode ser genericamente considerado um bom período para lançar iscas nas águas sob influência de marés.

Em qual lua eu vou pescar?

Afirmar categoricamente qual melhor maré ou lua para se praticar a pesca é algo impossível. Entretanto, é fato que nas chamadas marés pequenas mortas, que acontecem quando a Lua está em fase minguante ou crescente, a correnteza é menor, facilitando o posicionamento das iscas onde se deseja. Outro fato, é que nestas marés, os peixes terão uma área menor a circular na sua busca por alimentação, já que teremos um considerável volume água a menos nas áreas de pesca. Em verdade, seguindo estas considerações, podemos dizer que nas luas de quarto, ou nas marés mortas, a produtividade da pesca tende a aumentar. Mas não podemos esquecer que as variantes existentes em função dos lugares, das espécies de peixes, entre outras, podem modificar esta colocação e, por isso mesmo, nunca devemos desprezar a análise de conhecedores da região onde se pretende pescar.
Em outras palavras, se quiser fazer um estudo antecipado do local de pesca desejado, faça um cruzamento da tábua de maré com o calendário lunar, veja quando ocorrerão as marés mortas, mas não esqueça de consultar um pescador nativo da região. Existem peixes que costumam ser mais encontrados em marés vivas, dependendo do local.

Referências:
karamsmar
Pesca Cananeia

About Pescador