Tarpão

Tarpão

Tarpão

Nome Popular
Tarpão, Camurupim, Pirapema, Pema/Tarpon

Nome Científico
Tarpon atlanticus

Família
Megalopidae

Distribuição Geográfica
Regiões Norte e Nordeste, onde são mais abundantes. Também encontrado no Sudeste.

Descrição
Peixe de escamas grandes; corpo alongado e comprimido; boca grande e um pouco inclinada. A mandíbula inferior sobressai para fora e para cima, os dentes são pequenos e finos e a borda do opérculo é uma placa óssea. A coloração é prateada, sendo o dorso cinza azulado, variando de claro a quase preto; os flancos e o ventre são claros. Nas águas escuras, pode ficar dourado ou marrom. Alcança mais de 2m de comprimento total e 150kg.

Ecologia
Peixe pelágico. Vive nas águas quentes, tropicais e subtropicais do oceano Atlântico. É uma espécie costeira que também pode ser encontrada em alto mar, principalmente nos períodos de reprodução, quando migra em grandes cardumes. Entra nos estuários e na água doce. Possui respiração aérea; a bexiga natatória auxilia na respiração, permitindo que suporte água salobra e doce estagnada e sem oxigênio. Tais águas estão livres de predadores e oferecem refúgio para os jovens. Alimenta-se de sardinhas, anchovas, tainhas, entre outros.

Equipamentos
Equipamento médio/pesado; linhas 14, 17, 20, 25 e 30 lb.; anzóis reforçados de n° 4/0 a 8/0. Recomenda-se o uso de empates de aço.

Iscas
Iscas naturais, como sardinhas e paratis, e uma grande variedade de iscas artificiais, como plugs de meia água, jigs, shads e colheres.

Dicas
Logo após ser fisgado, salta várias vezes fora da água, requerendo muita atenção do pescador para não deixar a linha bambear. Ao retirar o anzol, muito cuidado com a borda do opérculo que corta como uma navalha.

About Pescador