Dicas para pescadores de primeira viagem

Pesca em Florianópolis

Pesca em Florianópolis

Quem gosta de pesca esportiva com certeza já ouviu falar da pesca oceânica em Florianópolis. A capital de Santa Catarina, que é também uma das três capitais ilhas do Brasil, tem na sua cultura esportiva esse tipo de prática, que permite a pesca de espécies maiores e diferentes de peixes do que em outros tipos de pescaria. Se você ama pescar e ainda não teve a oportunidade de conhecer a pesca em Florianópolis, busque agora mesmo por um pacote de viagens e leia nossas dicas para se dar bem nessa empreitada.

A primeira dica é que os melhores pesqueiros de Florianópolis estão localizados no norte da ilha. Ao programar sua viagem para lá, opte pela possibilidade de fazer a pesca em praias como Daniela, Jurerê, Canasvieiras, Cachoeira do Bom Jesus, Ponta das Canas, Lagoinha, Praia Brava, Ingleses e Santinho. Saindo desses lugares os pescadores podem encontrar espécies como Papa Terra e Carapicú, além de Corcoroca e, junto às pedras dos costões, o Marimbau.

Para conseguir pescar em Florianópolis é preciso usar a isca certa, e uma das melhores opções é utilizar camarões ou minhocas de areia como chamariz. O anzol utilizado deve ser pequeno, fino e de ponta aguçada, tal qual os anzóis de competição.

Quem pretende pescar peixes ainda maiores que esses já citados deve ir para os costões dessas praias em Florianópolis, onde as espécies mais comuns nas áreas são Robalo, Anchovas, Borriquete, Sargo e Garoupa. Para pescá-los, existe horário e até estação do ano. Os melhores horários são amanhecer e anoitecer, sempre com iscas artificiais. A melhor estação, pelo menos para pescar Robalo, é o verão, já que o peixe aparece durante esse tempo na costa catarinense em maior quantidade.

Se a viagem de pesca para Florianópolis for sua primeira oportunidade de pescar em toda a vida, não se esqueça de ir para os costões ou meio do oceano sempre com um instrutor, que entenda do assunto e conheça a área. E procure sempre se informar sobre as normas de pesca esportiva e de subsistência da região, para não ser surpreendido com multa e penalidades ainda maiores pelo Ibama – mas, principalmente, tome esses cuidados em respeito a natureza!

Por: Anabela Calegaro (Graduada em Comunicação Social – Jornalismo)

About Pescador